Artigo

Corpos de Sita Valles, Bakalof, Zé Van-Dúnem, Nito Alves e Monstro Imortal estão no Museu Militar

137 Visualizações

Membros da Fundação 27 de Maio atestaram recentemente em entrevista exclusiva ao Novo Jornal, que os corpos de cinco influentes figuras apontadas como fraccionistas e que foram presas, condenadas e fuziladas aquando dos acontecimentos do 27 de Maio de 1977 encontram-se enterrados na calçada o actual Museu de História Militar, na antiga Fortaleza de São Miguel.

São eles: Sitta Valles, José Van-Dúnem, Nito Alves, Bakalov e Monstro Imortal. Todos eles apontados como estando envolvidos numa tentativa de golpe de Estado que, segundo a versão oficial, pretendia depor o Presidente Agostinho Neto.

Negando a versão de que as figuras visadas teriam tido os corpos esquartejados após terem sido fuziladas uma versão também alimentada sobre o paradeiro dos restos mortais destas figuras, Silva Mateus e José Fragoso disseram a este jornal que a informação lhes foi passada por elementos da antiga Direcção de Informação e Segurança de Angola (DISA).

Categóricos, assumem que os corpos foram ali depositados e que os vestígios das covas são fáceis de identificar, se tivessem de as apresentar como provas ou se quisessem fazer prova do que dizem sobre o assunto.

Na versão apresentada em Abril de 1992, o Governo angolano avançou um número de 30 mil mortos, como resultado do que se seguiu aos acontecimentos do 27 de Maio de 1977, quando milhares de angolanos foram torturados, mandados para os campos de concentração e fuzilados sem julgamento, no conhecido período negro da história angolana.

Fonte: Angonotícias

Deixe uma resposta