Artigo

Ibersol com lucros em queda. Angola e Barcelona penalizam

45 Visualizações

Ibersol, um dos principais operadores de restauração ibéricos, registou em 2018 uma redução de lucros e manteve a receita (450 milhões de euros) ao nível de 2017. O resultado líquido de 25,1 milhões traduz uma redução de 20%, enquanto o resultado operacional (EBITDA) passou de 65,3 milhões (2017) para 61 milhões.

Em 2018, o conglomerado de 15 marcas (entre as quais a Pizza Hut, Burger King ou KFC), 615 unidades (125 franquiadas) e 10 200 assalariados faturou mais de 1,2 milhões de euros por dia.

O desempenho operacional de 2018 foi penalizado pelo ambiente adverso em Angola, com uma desvalorização cambial de 90% e pela redução da quota de negócio no aeroporto e Barcelona (de 70% para 40%). As regras do novo concurso de concessão ditou essa evolução.

Após a aquisição, em 2017, da Eatout, o negócio Travel ganhou uma nova dimensão na Ibersol, pesando um quarto do volume global.

Na apresentação divulgada esta terça-feira, a Ibersol diz que as 36 novas concessões conquistadas devem compensar os 33 restaurantes perdidos no aeroporto de Barcelona.

No segmento Travel, “2018 foi um ano de transição para as novas localizações”, diz a empresa.. A Eatout duplicou a sua exposição no aeroporto de Málaga e entrou nos de Madrid, Las Palmas e Alicante. Na rede de Alta velocidade conta com quatro estações. O objetivo “era compensar com novos pontos de venda a redução de concessões” em Barcelona.

Por países, Portugal foi o único em que receita cresceu. Evoluiu de 203 milhões (2017) para 226 milhões. Em Espanha, a redução foi pequena (de 215 milhões para 206 milhões). Em Angola (10 restaurantes), a redução foi mais acentuada (40%), passando de 30 milhões para 18 milhões.

Em 2018, a Ibersol investiu 39 milhões, sobretudo na expansão da sua rede de restaurantes (24 milhões). O endividamento líquido reduziu-se ligeiramente, ficando nos 74 milhões.

O grupo dirigido por Pinto de Sousa e Alberto Teixeira celebrou um acordo com a marca KFC que prevê a abertura de 80 restaurantes em cinco anos. A rede atual conta com 27 em Portugal e nove em Angola. A maior rede de restaurante próprios é da Pizza hut, com 100 unidades (5 em Espanha). Em Itália conta com sete restaurantes franquiados Pans & Company

Para 2019, o grupo diz que manterá no mercado ibérico o ritmo de expansão habitual, focando-se em Espanha em “aberturas seletivas” das marcas Pans e Ribs (churrasco americano).

A Ibersol vai distribuir um dividendo de 10 cêntimos por ação, o mesmo valor de 2017. Em bolsa, a Ibersol vale 289 milhões de euros, contando na estrutura acionista com gestoras de fundos como a Bestinver (10,6%), Norges Bank (2,9%), Magallanes Iberian (3,64%) ou o Fundo de Pensões BPI (2%).

 

Fonte: Angonotícias

Deixe uma resposta