Artigo

Missão do FMI está no país para apoiar ambiente de negócios

99 Visualizações

Luanda – Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre Serviços de Assessoria Reembolsáveis (RAS) está em Luanda, para apoiar o processo de melhoria do ambiente de negócios.

Ao serviço da Administração Geral Tributária (AGT), a missão está a apoiar, desde o dia 23 de Setembro, a criação de uma plataforma online para a abertura de  empresas, de acordo com o documento a que Angop teve acesso nesta quarta-feira.

A missão que permanece, em Luanda, até o próximo dia 11 de Outubro, vai também  apoiar a  simplificação dos procedimentos  de importação, exportação e a melhoria da tributação dos negócios.

A componente de tributação dos negócios consistiu na apresentação de uma nota de experiências internacionais para promover a formalização das empresas.

Conduzir uma formação prática para funcionários da AGT sobre controlo e auditoria fiscal, cuja acção formativa decorre de 30 de Setembro a 11 de Outubro, data que  termina a missão, a apresentação de um novo manual de auditoria fiscal à AGT, são outras  componentes relativas à melhoria da tributação dos negócios.

A missão vai aproveitar dar continuidade as actividades, em termos de  revisão da estratégia  de  gestão de risco e desenvolvimento de um plano de comunicação para os contribuintes.

No país, a missão tem mantido reuniões com representantes dos ministérios das Finanças, da Economia e Planeamento, da Justiça e Direitos Humanos, além  de representantes do sector privado e parceiros de desenvolvimento.

Em Angola, o FMI está prestar também assistencia técnica e financeira para as reformas estruturais e estabilização macroeconómica, tendo em Dezembro de 2018 assinado um acordo de financiamento no valor de 3,7 milhões de dólares.

No âmbito deste acordo, o Fundo desembolsou de imediato mil milhões de dólares, tendo seis meses (Junho do ano em curso) depois disponibilizado mais USD 248 milhões.

Fonte: Angop

Deixe uma resposta