Artigo

“Tivemos de vender a empresa para salvaguardar os investimentos”

219 Visualizações

A Lactiangol, empresa especializada na fabricação de lacticínios acaba de vender os seus activos no valor de 12 milhões USD, segundo o antigo Chairman, que revelou ao Mercado que o negócio foi feito por forma a salvaguardar o investimento e os postos de trabalho, devido à situação de insolvência da firma.

“Se a empresa não fosse vendida corríamos o risco de perder os equipamentos e todo o investimento até aqui realizado”, disse José César Macedo, notando que a Lactiangol estava “num beco sem saída” e algo devia ser feito para evitar que os trabalhadores perdessem os seus postos de trabalho. Lembrou que a durante nove meses, ou seja no período compreendido entre Setembro de 2017 a Maio de 2018, a Lactiangol não teve acesso a divisas para comprar matérias-primas no exterior do País, que apenas eram atribuídas ao sector do comércio.

Explica igualmente que a situação causou a paralização da empresa durante esse tempo todo, criando-lhe uma situação de insolvência, numa altura em que a acabava de fazer grandes investimentos na modernização das linhas de produção e precisava de trabalhar com grande intensidade para saldar a dívida contraída.

Apesar do estado de paralisação, a administração, segundo José Macedo, conseguiu pagar os salários em atraso, os impostos e honrar todos os outros compromissos da empresa. “Era necessário evitar que o investimento feito acabasse perdido, como acontece com muitas empresas a nível do nacional, que envolveram avultadas somas em dinheiro”, afirmou, confirmando a venda das acções da Lactiangol ao grupo Webcor, detentora da Angoalissar, empresa do ramo do comércio alimentar.

José César Macedo pontualizou que os compradores vão pagar o equivalente em Kz a seis USD por cada acção, sendo que existem dois milhões de acções, num universo de 45 accionistas. Explica ainda que no contrato de compra e venda da Lactiangol ficou acordado sob a garantia de os novos donos da empresa salvaguardarem o core business da empresa, bem como os postos de trabalhos.

Questionado sobre o seu futuro no mundo empresarial, José Macedo considerou fazer investimentos no sector pecuário e de produção de leite.

 

Fonte: Angonotícias

Deixe uma resposta