Artigo

Viana ressente-se da greve dos CFL

120 Visualizações

Paragens de táxis abarrotadas na zona do Gamek, um dos pontos de carga e descarga de passageiros, no município de Viana, é uma das consequências da greve dos trabalhadores dos Caminhos de Ferro de Luanda (CFL), apesar do asseguramento de “serviços mínimos” com o funcionamento diário de dois comboios, um de manhã e um de tarde.

Nesta altura, 5 comboios estão fora de serviço face à greve indeterminada, decidida em assembleia de trabalhadores.

Com um caderno de encargos de 19 pontos, os grevistas reivindicam melhores condições laborais, incluindo subsídios e aumento salarial na ordem dos 80%.

 

Fonte: Angonotícias

Deixe uma resposta