Artigo

Neusa Nahari apela a sociedade para que ajudem Noah, que sofre de paralisia cerebral

63 Visualizações

Neusa Nahari é uma mãe que vive desesperada por ter um filho enfermo. Triste, ela apela à sociedade para que ajudem Noah, seu filho de um ano e seis meses, que sofre de paralisia cerebral, para que possa recorrer a um tratamento em Cuba ou Alemanha.

De acordo com o relatório médico enviado ao PLATINALINE, trata-se de uma lactente em acampamento pela Neurologia Pediátrica desde 2018. “Quando o Noah nasceu, não chorou, ele teve de ser evacuado para a incubadora por 26 dias em UTI neonatal, e, de acordo com o diagnóstico do neurologista que o acompanhou, uma parte do cérebro ficou sem oxigênio, incidente que causou a paralisia cerebral, mas os médicos não dizem concretamente qual lado afectou. Na verdade, precisamos de ter um outro diagnóstico para claramente termos a certeza das coisas que Noah deve ou não fazer. A nossa maior dificuldade é vê-lo nesta situação, quero muito olhar para o meu filho e vê-lo fazer todos os movimentos que uma criança saudável faz”, contou.

Devido ao estado de saúde do pequeno, Neusa teve de se abdicar dos estudos e consequentemente trabalhar para conseguir suprir algumas despesas do tratamento do filho, embora com a ajuda dos familiares, a jovem clama para que a sociedade se solidarize e ajude Noah.

“Não tenho casa própria, vivo na casa de renda. Já não estou com o pai do Noah, mesmo separados, ele ajuda com uma mesada estipulada pelo tribunal. Neste momento, a renda da casa terminou e ainda não paguei a revalidação do contrato, sem falar que também temos uma dívida na clínica Girassol avaliada em 10 milhões de Kwanzas, do tempo em que Noah esteve internado”. Rematou.

 

Fonte: Platina Line

Deixe uma resposta